Login
Marketing

Dia da Mulher: Lugar de Mulher é na Tecnologia

Quais são seus ídolos no mundo do data science, publicidade e tecnologia? Consegue listar 3 ou até 5 pessoas que te inspiram?

Agora, pare para refletir: quantas das pessoas que você citou são mulheres? Aposto que são poucas.

Isso pode ocorrer em parte pela falta de mulheres no mercado. De acordo com a pesquisa CIO 2019, realizada pela KPMG em conjunto com a Harvey Nash, de cada 5 profissionais da área de TI, somente 1 é mulher.  O projeto Find the Woman mostra justamente isso, nesta página são apresentados fotos de equipes de times de publicidade e propaganda,  e podemos ver equipes maioritariamente compostas por homens.

Essa não é uma realidade apenas em equipes, segundo a mesma pesquisa CIO 2019, 12% dos postos de chefia em tecnologia são ocupados por mulheres.

O dia da mulher é um dia que vai muito além de celebrar as conquistas femininas. Funciona principalmente para nos questionarmos respeito da igualdade de direitos e se estamos no caminho certo para quebrar os estereótipos e disparidades de gênero. Principalmente em áreas que temos contato diariamente como tecnologia.

Como teremos mulheres para nos inspirar em um mundo em que as mulheres não estão em destaque e muitas vezes nem atuam no mercado? Mas será que é por falta de vontade? Falta de capacidade? Falta de oportunidade?

Para responder essas perguntas e homenagear projetos dedicados a mudar essa realidade, trouxemos algumas das mulheres que fazem a diferença e estão dispostas a mudar esse quadro e dar o máximo de oportunidades.

Gabriela de Queiroz, gerente de machine learning na IBM

Gerente de machine learning na IBM nos Estados Unidos, Gabriela criou o R-Ladies. A organização mundial oferece workshops gratuitos de programação para mulheres em linguagem R. Agora, em novembro, vai lançar o AI Inclusive, programa para levar mulheres e grupos minoritários para a área de desenvolvimento de algoritmos de inteligência artificial (IA). Os primeiros grupos serão em São Francisco e no Rio de Janeiro (RJ), sua cidade natal.

Conheça ela: https://www.linkedin.com/in/gabrieladequeiroz/

Daniele Mattos, Market Engagement & culture Senior analyst da Mutato

A cabeça por traz das iniciativas de Diversidade na Mutato. Também, é Co-fundadora & Idealizadora do Indique Uma Preta, um projeto que incentiva mulheres negras a indicarem umas as outras em empresas e incentivar empresas a ter uma equipe mais heterogênea.

Conheça ela: https://www.linkedin.com/in/mattosdaniele/

Viviane Sbrana, diretora de Data Intelligence da Oglivy Brasil

Apaixonada por dados, em 8 anos como diretora de data Intelligence da Ogilvy Brasil criou uma estrutura na empresa. Totalmente direcionada a resultados e com experiência em inteligência de dados em todos os segmentos B2C e B2B.

Conheça ela: https://www.linkedin.com/in/vivianesbrana/?originalSubdomain=br

Thais Weiller, Game design e produtora do JoyMaster

Saindo um pouco do mundo da publicidade, Thais Weiller é professora, pesquisadora e designer de games. Criadora de diversos jogos e projetos sociais voltados para o mundo dos games.

Em seus artigos do medium ela promove diversos debates e reflexões do mercado de games.

Medium: https://medium.com/@thaisweiller

Conheça ela: https://www.linkedin.com/in/thaisweiller/

Maira Reis, fundadora da Camaleao.co

Fundadora da Camaleão, empresa focada em aumentar a diversidade dentro de organizações utilizando palestras, mentorias e oferecendo oportunidades de emprego para LGBT.

Em seu blog ela comenta sobre diversidade nas empresas: http://www.mairareis.com

Conheça ela: https://www.linkedin.com/in/reismaira/

Nathalia Andrijic, Senior Strategist for Waze da Google

Costuma dizer que trabalha ajudando as empresas a identificar problemas / oportunidades e desenvolver estratégias para resolvê-los. Dedica seu tempo também desenvolvendo projetos de empoderamento feminino, auxiliando mulheres a tirar seus planos do papel.

Conheça ela: https://www.linkedin.com/in/nathalia-andrijic/

Silvia Coelho, CEO e Fundadora do Elas Programam

Criadora do grupo Elas Programam, uma imensa comunidade que conecta mais de 5000 mulheres voltada para ajudá-las a  aprender programação, tirar duvidas, trocar recomendações e experiências e indicá-las em empresas.

Conheça ela: https://www.linkedin.com/in/silvia-coelho/

Além dessas mulheres incríveis, gostaria de dar destaque a alguns projetos que fazem toda a diferença para conectar e auxiliar mulheres de tecnologia e publicidade:

São Paulo Women in Machine Learning & Data Science

Um grupo com o objetivo de apoiar mulheres que praticam que praticam, estudam ou estão interessadas nos campos de aprendizado de máquina e ciência de dados.

Com diversas palestras, conversas e uma comunidade receptiva, propõe um ambiente positivo e favorável para mulheres se desenvolverem entre si.

https://www.meetup.com/Sao-Paulo-Women-in-Machine-Learning-Data-Science/

Cunhanta Digital

O Cunhantã Digital pretende estimular o aumento do quantitativo feminino na área de exatas com foco em tecnologia e computação. A ideia é despertar o interesse de alunas do ensino médio/tecnológico e/ou dos anos finais do ensino fundamental, e motivá-las a seguir carreira em Computação. O projeto também visa fomentar o debate de gênero na academia e no mercado de trabalho tecnológico contribuindo para a formação de profissionais mais engajados.

https://facebook.com/cunhantadigital

Women Who Code

Women Who Code é a maior e mais ativa comunidade de engenheiros dedicada a inspirar mulheres a se destacarem nas carreiras tecnológicas. Somos uma comunidade acolhedora, com experiências pessoais e online que ajudam as mulheres a subir de nível em todo o setor como líderes técnicas, executivos, fundadores, VCs, membros do conselho e engenheiros de software.

https://www.womenwhocode.com/

Se quiser se aprofundar como as mulheres atuam no mercado de tecnologia temos:

Um episódio do Data Hacker comandado por mulheres para falar justamente dos estereótipos de gênero e como está o mercado da tecnologia para as mulheres.

O podcast Jogo de Damas abre o debate de igualdade com várias líderes da publicidade.

As mulheres sempre tiveram uma presença marcante e apagada no mundo dos negócios, tecnologia e publicidade. E mesmo que estejamos com cada vez mais inovações, é importante focarmos na evolução social que devemos ter paralelamente. Estamos evoluindo, embora que a passos lentos, mas a cada momento estamos dando mais voz a projetos e mulheres que merecem ser ouvidas.

Então, se quiser dar algo à uma mulher hoje, no dia 8 de março, de apoio, de atenção, de voz aos seus sonhos e projetos. Tenho certeza que ajudá-la a mostrar seu potencial vale mais do que milhares de flores ou chocolates.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound